segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Fotos e férias: os erros mais comuns

Julho acabou. Junto com ele, as férias. E o que restou disso tudo foram as fotografias. E é justamente sobre elas que falarei no post desta semana. As fotos turísticas e suas armadilhas.
Para tanto, vou utilizar as fotos tiradas das minhas férias em Fortaleza e Belém, para que por meio delas vocês consigam perceber os erros que elas apresentam e o que eles provocaram nas fotos. Em seguida, logo abaixo das fotos, virão explicações referentes ao erro presente e como poderia ter sido feito.

O problema da foto acima foi deixar o flash no automático. Houve uma super exposição à luz, tanto natural quanto na que é provocada pelo flash. Isso fez com que se diminuísse a qualidade da imagem, o que gerou um outro problema: anular completamente a paisagem da praia – obviamente, não é o que se quer para uma foto turística;
Dica: se houver luz natural suficiente, dispense o flash ou não esqueça de tirá-lo do automático.

Na foto acima vê-se outro problema constante em algumas imagens. Evite, de todas as formas, cortar os membros ou partes do corpo da pessoa fotografada. Neste caso um bom enquadramento teria sido a solução. É necessário ter uma maior atenção aos pontos de corte. *A foto anterior também tem o mesmo problema de corte.

Já nessa foto a falha foi a sombra da pessoa que tirou a foto. Encontre uma maneira de não ficar em frente à luz principal, que neste caso seria o sol.

Nesta outra foto, o problema deu-se ao fato de ter sido tirada contra-luz. Isso acabou escurecendo o rosto da pessoa. O ideal seria a utilização do flash para clarear o rosto e manter a paisagem.

Aqui aparentemente não há erro algum. Entretanto, em uma foto turística o mais interessante é fotografar de modo a incluir a paisagem do lugar. Sendo assim, nesse tipo de foto não é necessário centralizar a pessoa. A solução, nesses casos, seria a utilização da regra dos terços (que já foi falado em um post anterior). Isso traria um resultado mais equilibrado entre paisagem e a pessoa.

Já esta última foto saiu muito tremida, o que foi provocado pela falta de uma pessoa para fotografar ou, em outros casos, pela falta de um tripé para a câmera. Além disso, o zoom diminuiu consideravelmente a qualidade da foto.
A solução ideal para esses casos seria a utilização de um tripé para estabilizar o tremor da máquina e equilibrar a imagem. E atualmente a maioria das máquinas digitais compactas têm uma função chamada "estabilizador de imagens", que auxilia nestes casos de imagem tremida.
 
*Truque: Se você tiver um fotógrafo para bater a foto e mesmo assim a foto sair tremida, existe um pequeno truque para evitar esse tremor, respire fundo e prenda a respiração na hora do clique. Só se a sua máquina não tiver o estabilizador de imagens! ;)

Obs:Na foto acima tivemos que preservar a imagem de uma das pessoas.
 
Parceria neste post:

Thay Freitas 


 



7 comentários:

Thiago César disse...

gostei do post sobre dicas, mas o melhor foi o carlim retratado como marginal na ultima foto! auhhuahua!
me fez lembrar o "nob saibot" do mortal kombat (poucos entenderão)!

Thayanne Freitas disse...

Eu queria ter deixado os olhos dele à mostra (igual um ninja), ficaria até mais jeitoso!! :P rsrs

CA Ribeiro Neto disse...

Realmente não dá para saber que sou eu! heurheurheurheuhruehruehruehrueh


E todas essas dicas ela deu também ao vivo, para ver se a gente se tocava e parava de tirar foto ruim... heurheurhuehreuh

Thiago César disse...

dah pra saber q eh tu nao hein!
esse jeito de fi duma egua de messejana nao engana ninguem! hehe...

Zeto disse...

Mermão, preservaram a imagem do Carlim por quê? ieahuihaeiuha Putaria, mah!

Tem curso de fotografia por aqui?

Camila Travassos disse...

Post feito aos 45' do segundo tempo, mas que ficou uma beleza, hein? xD

Gostei das dicas - apesar de tu já teres me dito antes e ainda assim ter aparecido a minha sombra numas das fotos ae =D

E, Carlin, realmente NINGUÉM sabe que és tu que estás na última foto.. =p

Respondendo ao Zeto, o Carlinhos não aparece pq ele mesmo não liberou a imagem dele pra postagem, infelizmente.

Agora, quanto ao curso de fotografia, te referes aonde? Em Belém, em Fortaleza? Ou link aqui no blog mesmo?

Bah Tavares disse...

Os assuntos abordados são de grande valor pra um iniciante. Amei as dicas, o blog esta bem interessante,aguardando as novidades!